COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Com foco no apoio à Segurança Pública, Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados define prioridades

Fonte: Agência Verde-Oliva www.eb.mil.br

Brasília (DF) – O Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC) do Exército Brasileiro tem a missão de regulamentar, fiscalizar e autorizar as atividades de pessoas físicas e jurídicas referentes ao trabalho com produtos daquela natureza. Sua finalidade é aprimorar a mobilização industrial, a qualidade da produção nacional e salvaguardar os interesses nacionais nas áreas econômicas, da defesa militar, da ordem interna e da segurança e tranquilidade públicas. O órgão central do sistema é a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), que coordena a atuação das seções em nível local, subordinadas às 12 Regiões Militares. Esse foi o público presente na Reunião de Coordenação do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados, que chegou ao final hoje, dia 9 de março, na Capital Federal.

Com foco no apoio à Segurança Pública, Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados define prioridades




O objetivo da atividade foi a apresentação do planejamento para o ano de 2018, disseminar boas práticas e orientar as seções regionais sobre ações referentes ao SisFPC. A abertura da reunião foi procedida pelo Comandante Logístico, General de Exército Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, que destacou "a importância de aprimorar o atendimento ao público e cada vez mais desburocratizar o sistema, de modo a prestar um serviço de modo eficiente".

O Diretor de Fiscalização de Produtos Controlados, General de Brigada Ivan Ferreira Neiva Filho, ressaltou a importância da atualização de conhecimentos, a definição de prioridades para o ano e a captação de lições aprendidas pelos integrantes do SisFPC em todo o Brasil. Ele também comentou sobre a preocupação em atender bem aos diversos públicos impactados pelo trabalho de fiscalização de produtos controlados. "Entre os segmentos que dependem de nossa atuação estão os órgãos de segurança pública. Muitos dos processos de aquisição de equipamentos e importação de materiais por esses órgãos passam por nós. Portanto, hoje, eles precisam receber a maior atenção possível, incrementando as ligações com esses órgãos localmente e prestando todo o apoio dentro de nossa seara de atividades", ressaltou o General.

Uma das novidades apresentadas durante a reunião foi o desenvolvimento de um software específico para atender ao SisFPC, o Sistema de Gestão Corporativa. Ele vai integrar todos os sistemas já existentes, proporcionando maior agilidade no fluxo dos processos gerenciais. A implementação total do projeto tem o prazo de 36 meses, com as primeiras entregas previstas já para o segundo semestre de 2018.

Com foco no apoio à Segurança Pública, Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados define prioridades